segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Quando preciso de um milagre


Um milagre
Uma porta a ser aberta
O meu pequenino sonho a embrionar
Um milagre
O desejo mais profundo do coração
A necessidade minha mais urgente
A ansiedade, a longa e louca espera
A lágrima que ninguém vê
A cachoeira que me banha o coração
Ah! Esperança! Esperança! Não me abandone!
A cachoeira que escondo
O olhar buscando o que não se vê
Um milagre maior que mim mesmo
Maior que minha força ou capacidade
Espero, desejo, quero um milagre
O milagre da alegria maior que minhas perdas
O milagre do amor maior que minhas mágoas
O milagre de ver com olhos de amor verdadeiro
Um milagre: estamos juntos, meu amigo!
Meus amigos estão perto
Não como aqueles que se aproveitam
De dinheiro, coisas materiais, esses são dignos de pena!
Um milagre de dizer não às ofertas traiçoeiras desse mundo
E ter como lixo tudo o que conduz à perdição
Superar as dores das críticas, das pedras covardemente atiradas
Sim, milagre para entender sem raiva porque me chamam de louco
Milagre de passar por cima dos abismos
E não cair nos buracos sem retorno
Um milagre, a mão do Mestre me guiando
O olhar do Senhor sobre mim, sobre você
Os olhos do Senhor voltados para você!


Que sua vida seja repleta de milagres. Quando não souber o que fazer nem mesmo mais o que pensar, tente crer pelo menos. Tente crer, tente buscar alguma coisa da parte de Deus. Ele é luz e essa luz pode iluminar qualquer caminho, por mais escuro e confuso que seja.

Nenhum comentário: